segunda-feira, 25 de abril de 2011

DILÚVIO

Depois de uma segunda-feira de trabalho com pepino suficiente pra curar as olheiras durante o ano inteiro, o que eu não imaginava, sequer de longe, era  que ficaríamos presos no trânsito no meio de uma enchente. 

Chuva forte e contínua, carros na contramão, nível da água subindo sem trégua. Desesperador. Em três horas choveu a quantidade esperada para 40 dias em algumas regiões do Rio de Janeiro. Resultado, deslizamentos, famílias desabrigadas, bairros inteiros sem energia elétrica e o nosso carro sem o parachoque.

O pior é que a previsão é de que a chuva continue até o fim da semana. Que São Pedro tenha piedade e Noé prepare a arca.

P.S.:  "Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou".

Um comentário:

  1. Já decidi qual será o seu presente de aniversário...um bote...rsrs

    ResponderExcluir